O que é o Manual Básico de Segurança no Trânsito Renault?

É um instrumento de auxílio ao cliente Renault. É um manual que reúne um apanhado de conhecimentos básicos indispensáveis ao bom motorista, apresentados de forma prática e eficiente.

Quais os temas básicos abordados no Manual?

As normas de circulação e conduta, as infrações e penalidades previstas no novo Código, a direção defensiva e os cuidados básicos de primeiros socorros.

Além dos temas básicos, quais as informações complementares que integram o Manual?

A sinalização básica de trânsito e um glossário com a definição de termos e conceitos freqüentes no jargão de segurança no trânsito e no Código do Trânsito Brasileiro.

Qual é a política da Renault em matéria de segurança de automóvel?

Desde a metade dos anos 50, a Renault iniciou trabalhos sistemáticos sobre acidentologia, que lhe permitiram adquirir uma competência incontestável e ao mesmo tempo trazer grandes inovações tecnológicas em matéria de segurança ativa (prevenção de acidentes) e passiva (proteção dos ocupantes de um veículo).

O Mégane, em 1998, e o Espace em 1999, foram classificados os melhores veículos de suas respectivas categorias pelo organismo europeu independente EuroNCap.

Quais são os deveres do Condutor de um veículo?

Ter pleno domínio de seu veículo a todo o momento, dirigindo-o com atenção e cuidados indispensáveis à segurança do trânsito.

Verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório.

Certificar-se de que há combustível suficiente para a cobertura do percurso desejado.

Quem tem a “preferência” em vias onde não existe sinalização específica?

Quem vier circulando pela direita do veículo do condutor.

Quem estiver transitando pela rodovia ou via principal, quando apenas um fluxo for proveniente da rodovia ou via principal.

Quem estiver circulando uma rotatória.

Quem tem a “preferência” no trajeto em vias com mais de uma pista?

Os veículos mais lentos têm a preferência de uso da faixa direita. Já a faixa esquerda é reservada para ultrapassagens e para os veículos de maior velocidade

Alguns tipos de veículo têm prioridade de "preferência"?

Sim. Os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização de trânsito, as ambulâncias e os veículos precedidos de batedores. Esse privilégio também se estende aos estacionamentos.

IMPORTANTE: para que o privilégio ocorra, é necessário que os dispositivos de alarme sonoro e iluminação vermelha intermitente (indicativos de urgência) estejam acionados.

Qual o procedimento que deve ser adotado para deixar livre a passagem de veículos com prioridade de preferência?

Deixar livre a passagem a sua esquerda. Se necessário, desloque-se para a direita e até mesmo pare. Vidas podem estar em jogo.

No caso de pedestres, deve-se aguardar na calçada ao ouvir o alarme sonoro. Somente deve-se atravessar a via quando o veículo já tiver passado.

Quais os outros veículos que têm preferência em estacionamentos?

Veículos de prestadores de serviços de utilidade pública (companhias de água, luz, esgoto, telefone etc) têm a preferência de estacionamento nos locais em que estiverem trabalhando. O local deve estar sinalizado, segundo as normas do CONTRAN.

Em que lado das vias deve-se trafegar com o veículo?

Na maior parte das vezes, a circulação de veículos pelas vias públicas deve ser feita pelo lado direito. Se for necessário trocar de pista para realizar uma conversão à direita ou à esquerda, deve-se sinalizar a intenção com antecedência, fazendo uso das setas.

Quais as regras básicas de ultrapassagem?

Ultrapasse sempre pela esquerda e apenas nos trechos permitidos.

Nunca ultrapasse no acostamento das estradas.

Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado seu desejo de fazê-lo, dê a preferência e aguarde a sua vez.

Certifique-se de que a faixa da esquerda está livre e de que há espaço suficiente para a manobra.

Sinalize sempre com antecedência sua intenção de ultrapassar. Ligue a seta ou faça os gestos convencionais de braço.

Guarde distância em relação a quem está ultrapassando. Nada de “tirar fininho”. Deixe um espaço lateral de segurança.

Sinalize de volta, antes de voltar à faixa da direita.

Se você estiver sendo ultrapassado, mantenha constante a sua velocidade.

Ao ultrapassar um veículo coletivo que esteja parado, reduza a velocidade e mantenha a atenção. Passageiros poderão estar desembarcando ou correndo para tomar a condução.

Os veículos pesados (caminhões) devem, quando circulando em fila, permitir espaço suficiente entre si para que outros veículos os possam ultrapassar por etapas.

Em quais situações é proibida a ultrapassagem?

Sobre pontes ou viadutos.

Em travessia de pedestres.

Nas passagens de nível.

Nos cruzamentos ou em sua proximidade.

Em trechos sinuosos ou em aclives sem visibilidade suficiente.

Nas áreas de perímetro urbano das rodovias.

De que forma devem-se usar as luzes e faróis do veículo?

A luz baixa deve ser utilizada durante a noite e no interior de túneis com iluminação pública durante o dia.

A luz alta deve ser utilizada nas vias não iluminadas, exceto ao cruzar-se com outro veículo ou segui-lo.

Veículos de transporte coletivo regular de passageiros, quando circulando em faixas especiais, devem manter as luzes baixas acesas de dia e à noite.

Quando se pode utilizar a luz alta e baixa (intermitente)?

Durante um curto período de tempo, quando for necessário advertir outros usuários da via sobre sua intenção de ultrapassar o veículo que vai à frente, ou quando da existência de risco à segurança de quem vem em sentido contrário.

De que forma devem-se usar as lanternas?

Sob chuva forte, neblina ou cerração e também à noite, quando o veículo estiver parado para embarque e desembarque, carga ou descarga.

De que forma deve-se utilizar o pisca-alerta?

Em imobilizações ou em situação de emergência.

De que forma deve-se utilizar a luz de placa?

Durante a noite, em circulação.

Em que situações a buzina pode ser utilizada?

A buzina pode ser utilizada, em toques breves, para fazer as advertências necessárias a fim de evitar acidentes e, fora das áreas urbanas, para advertir um outro condutor de sua intenção de ultrapassá-lo.

Qual é a velocidade máxima permitida para cada tipo de via, em áreas urbanas?

A velocidade máxima permitida para cada via será indicada por meio de placas. Onde não existir a sinalização, vale a seguinte orientação: 80 km/h nas vias de trânsito rápido, 60 km/h nas vias arteriais, 40 km/h nas vias coletoras e 30 km/h nas vias locais.

Qual a velocidade máxima permitida em rodovias?

A velocidade máxima permitida em rodovias é de 110 km/h para automóveis e camionetas, de 90 km/h para ônibus e microônibus e 80 km/h para os demais veículos.